sábado, 23 de janeiro de 2010

A BANDINHA DO TIO CHICO ALFREDO

A memória preenche-se de rostos, vultos, pessoas que conhecemos e que pela sua popularidade, acabam por ser elas próprias, o rosto que o nosso imaginário guarda da nossa terra.