segunda-feira, 18 de outubro de 2010

NO MEIO DO NADA

 

No meio do nada,entre pastos rasteiros, ardidos pelo sol e massacrados pela seca,da terra árida e sedenta, florescem flores brancas e delicadas, fixando-nos o olhar no imprevisto, desvanecendo-nos a sensibilidade .com a espontaneidade da vida
Posted by Picasa