terça-feira, 23 de novembro de 2010

CANTAR - ATÉ QUANDO?


Grupo Coral Feminino "Madrigal" de Vila Nova de São Bento, na sua passagem pelo Programa Património.Oportunidade para divulgar a existência, a arte e vontade de mais um coro alentejano, outro pilar do cante, outra nesga de alma da nossa tradição vocal.
Mas daqui alertamos, para o estado de pré- calamidade que está a instalar-se em quase todos os Grupos Corais. Depauperados pela escassez de gargantas e pelo envelhecimento dos seus elementos, enfraquecidos pelo não surgimento de vozes novas, desmotivados pela falta de apoio efectivo que a Moda tem tido, vêm-se agora, alguns deles, confrontados com a obrigatoriedade de suportarem os próprios custos motivados pelas actuações que de quando em fez fazem, a convite de outros Grupos, para conjuntamente, darem protagonismo ao cante e gerarem a motivação que os mantém ainda juntos.
Cantar , até quando?
Dos cerca de cem existentes, talvez fiquem alguns, os mais apoiados, os mais estruturados, os de vida mais fácil, mas na sua grande maioria, os Grupos vão começar a silenciar-se, um a um e todos nós somos os responsáveis, por essa perda imensa da alma alentejana.