quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

O MANUEL ARSÉNIO DEIXOU-NOS HOJE

O cante alentejano e os seus amigos ficaram mais pobres. Perdemos um entusiasta do cante e um amante do bem cantar. Dele guardaremos sempre o gosto pela perfeição e a paixão pela Moda.