quinta-feira, 30 de maio de 2013

OS DESENRASCADOS

Na "grande roda de amigos" , tivemos esta noite a companhia do trio de acordeonistas de Aljustrel     " Os Desenrascados"

sexta-feira, 24 de maio de 2013

VOZES DE CASÉVEL

Esta noite, no " Programa Património",  tivemos a companhia do Grupo Coral " Vozes de Casével"

quinta-feira, 23 de maio de 2013

quarta-feira, 22 de maio de 2013

AÇORDA

NESTE ALENTEJO MAIS AO SUL , não havia outro manjar tão saboreado como a açorda. Nas mesas abastadas comia-se para desenjoar da carnunça e eram feitas com paladares variados, do bacalhau à pescada, ou mesmo singelas, se a dieta assim o reco...mendava.
Umas sopinhas de açorda caiam sempre bem e para os estômagos mais débeis, era aconselhavel serem fervidas .
Nas casas mais pobres, alternava-se entre os coentros e os poejos, com uma tampinha de azeite , dois dentes de alho, agua a ferver e sopas a mergulhar umas atras das outras, depois da prova do sal estar feita.
Era já homem quando provei uma açorda de perdiz. Foi em Almodovar e fiquei rendido, ao sabor do caldinho. Anos mais tarde, em Entradas, também me deliciei com açorda de fraca e daí em diante, de vez em quando, vai uma.
Voltou a acontecer esta noite, depois de semanas de pedidos e empenhos dos amigos que aqui pelas redondezas vão descobrindo os melhores tesouros da nossa gastronomia e depois fazem o favor de me convidar para lhes fazer companhia à mesa.

CHAMINÉ DE CASTRO


EM CASTRO


segunda-feira, 20 de maio de 2013

PAX-JULIA

TENHO DA PAX-JÚLIA UMA IDEIA MÍTICA de enorme grandeza, que guardo desde moço quando ouvia os homens cantar a moda : " Beja é mãe do distrito, rainha dos produtores" e imagináva-a imponente e coroada, com o Baixo Alentejo ao colo, dando-lh...e a mamada.
Mas depois, mais tarde, foi em Beja que tive os primeiros apertos da vida. Os exames de admissão, do segundo ano e do quinto ano, feitos no liceu, espremido pelo medo e pela insegurança de poder não honrar o palmarés dos resultados habitualmente alcançados pelo Externato Dr. António Francisco Colaço . Era o nome da nossa terra que íamos defender ao Diogo de Gouveia, uma espécie de jogo de bola, depois de uma viagem horrivel de camioneta, mortificados pelas curvas depois de Aljustrel, enjoados pelos vapores da carreira e dos cheiros das comidas com que as mães atafulhavam a moçada logo de manhã cedo.
Cresci e fiz-me longe da "mãe do distrito" e dela guardava só ruins lembranças. O grande edificio amarelo, as doenças e mortes no hospital, os exames médicos para os males maiores e as montras bonitas onde me ficavam os olhos, arrecadando a angústia de não ser comprador.
Agora, gosto de ir a Beja sem ser em governo.
Ando por lá ao acaso, vendo os pormenores, observando os nativos, imaginando o que seria se tivesse sido.
Ver mais

DAR FUTURO AO PASSADO

DÁ-NOS TANTO PRAZER VER A TRADIÇÃO continuada pelos mais novos que ficamos com a impressão que ganhámos o futuro. Pássa-nos pela mente uma sensação de vitória, nesta luta que hoje se trava, entre a memória e o esquecimento, entre os valores... culturais locais e a tendencia para a imposição de padrões de ética e de estética trazidos do exterior.
Com as pedrinhas na mão, este jovem de Arronches vai fazendo o seu melhor para dar continuidade a uma arte que culturalmente lhe pertence.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

TERRA

Esta noite, o "Programa Património" contou com a presença do Grupo "TERRA" que nos prometeu voltar com mais tempo e novos trabalhos

terça-feira, 14 de maio de 2013

NO CIMO DO SERRO DE S. PEDRO, assinala-se a memória da batalha d´Ourique, onde o D. Afonso terá acampado com as suas tropas e no dia 25 de Julho de 1139, arrasou os infiéis ao deus dos cristãos, ocupando-lhes o território e dando inicio a este país, por via do qual nos chamam portugueses.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

VASTO HORIZONTE


NA RIBEIRA




A SEARA AMADURECE


SÓZINHA


BATALHA DE OURIQUE

Obelisco que assinala a batalha em S. Pedro das Cabeças

REBANHO


QUANDO É PRIMAVERA


CASTRO


O GONÇALO

Este é o Gonçalo. Tem onze anos e ontem à noite, veio de Santana ao Programa Património, para cantar ao baldão com os homens. O seu olhar atento , seguia os gestos e os modos dos cantadores para que nada lhe escapasse. Em cada cantiga que ouvia, ía seguindo a rima com movimentos nos lábios, como se fosse ele o interprete. Não nos restam dúvidas que o Gonçalo  vai seguir o rasto de fama do seu avô Herculano.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

CANTE DE BALDÃO

Esta noite no Programa Património, tivemos um cante de baldão.
Cantaram o Fernando Assunção, o António Vitorino,  , o Gonçalo ( 11 anos), o Amilcar Lucas, o Vitor Palma, o António Luis Pereira e a Mariana Maria . Da viola campaniça, encarregou-se o David Pereira.

segunda-feira, 6 de maio de 2013

PAPOILA

Papoila sózinha, floriu e amadureceu no meio do  resto todo verde e talvez por isso, foi mais cobiçada pelos insetos que a saborearam

quinta-feira, 2 de maio de 2013

FADO

Esta noite, tivemos no " Programa Património " o Bruno Pires, jovem fadista de Jungeiros, Aljustrel

ARACELES

Um altar junto ao céu, onde a natureza é o ornamento da devoção